Case de sucesso: Como a pousada Refúgio das Galés manteve suas vendas durante a pandemia através do marketing digital

Case de sucesso: Como a pousada Refúgio das Galés manteve suas vendas durante a pandemia através do marketing digital

Não é de hoje que o marketing hoteleiro é crucial para o sucesso de vendas nos hotéis e pousadas. Uma tomada de decisão estratégica pode tornar pequenas empresas, mesmo diante de crises econômicas mundiais, um case de sucesso. 

Em meio um cenário de incertezas e inconstâncias no setor hoteleiro e turístico, o relacionamento digital com os clientes se tornou de suma importância para as empresas se manterem relevantes no mercado em que estão inseridas.  

Neste post você irá conhecer as ações e campanhas realizadas pela Tribuzana Marketing Digital para a Hospedaria Refúgio da Gales, onde os ótimos resultados se tornaram um case de sucesso publicado pela Resultados Digitais. 

Principais desafios para o setor hoteleiro 

Diante as dificuldades que todo o mundo está passando em meio à crise da pandemia de Covid-19, diversos setores econômicos foram afetados. Entre os segmentos que sofreram esses efeitos, o setor turístico e hoteleiro foi um dos primeiros a se encontrarem em um cenário de incertezas em relação às estratégias que deveriam ser tomadas dali para frente. 

Com a paralisação e a quarentena, todas as viagens de férias, feriados e fins de semana foram canceladas ou adiadas pelos turistas. Essa ação gerou consequências negativas para hotéis e pousadas, mas que se mostravam necessárias para a segurança de todos. 

A Hospedaria Refúgio das Galés, assim como outras empresas do ramo hoteleiro, teve de repensar suas estratégias de marketing digital e definir, junto a Tribuzana Marketing, as novas ações que seriam tomadas no atual cenário. 

Case de sucesso: Importância de tomar decisões estratégicas

Pensar de maneira estratégica nesse momento se tornou ainda mais importante do que sempre foi para a Tribuzana Marketing junto com a Hospedaria Refúgio das Galés. As ações e campanhas a serem estabelecidas deveriam gerar resultados imediatos para que a hospedaria conseguisse gerar receita mesmo nesse momento mais complicado. 

Um dos principais desafios encontrados para meio hoteleiro como um todo, foi a venda de seus serviços sem saber quando seus clientes se hospedariam. Por isso, as decisões estratégicas que foram tomadas pela Refúgio das Galés em parceria com a Tribuzana deveriam ser precisas. Para que fossem colhidos os melhores resultados possíveis em um momento de recursos financeiros reduzidos. 

Estratégias de marketing hoteleiro que foram tomadas 

A primeira campanha criada para a Refúgio das Galés foi totalmente voltada para os clientes da pousada, a base de clientes e leads gerados dos anos anteriores. A decisão tomada no caso, foi manter o relacionamento com a base de leads para quando o setor turístico voltasse gradualmente a funcionar. Dessa forma, a hospedaria continuaria sendo a melhor opção de pousada para casais em Bombinhas. 

Essa campanha foi criada pensando no verão de 2021, com o nome “planeje suas férias e garanta os melhores preços”. Para que clientes interessados em se hospedar na Refúgio das Galés, nessa primeira ação, a taxa de conversão foi de 23%, um número surpreendente para um momento como esse. Dessa forma, diversos clientes que já conheciam a pousada, compraram diárias para as férias em condições especiais. 

Nova campanha pensada em cuidados diferentes

Com as novas medidas de isolamento social estabelecidas pelo governo do estado de Santa Catarina, os meios de hospedagem poderiam operar com 50% de ocupação. Tendo isso em vigor e a necessidade das pessoas de sair de casa após o período de isolamento social, foi criada a campanha “Venha pra o seu Refúgio”. Visando vendas imediatas para gerar receita para a pousada.  

Essa ação foi feita através de e-mail marketing para a base de contatos e nas redes sociais da pousada onde os clientes eram levados para uma landing page (página onde o visitante demonstra interesse na oferta). Com objetivo de gerar novas oportunidades de venda.  

Resultados que originaram um case de sucesso

Com a campanha “Venha para o seu Refúgio”. A Hospedaria Refúgio das Galés garantiu 123 novos leads e 12 novas vendas durante o mês de maio, para as próximas férias. Em um momento onde as pessoas não tinham certeza de quando seriam suas próximas férias. Nesse caso, o uso da automação de marketing foi crucial para o sucesso das campanhas. Com a implementação de estratégias como a do fluxo de abandono de carrinho, 5 das 12 vendas foram geradas. 

É importante ressaltar que desde o momento do lançamento dessas campanhas. As visitas no site da pousada começaram a crescer novamente, e consequentemente, as vendas voltaram a acontecer com maior frequência. 

Quer ter resultados como esses para o seu meio hospedagem? Vem conversar com a gente, temos as melhores soluções para você vender mais e de forma direta seu hotel ou pousada. 

A Tribuzana marketing possui uma parceria com a Resultados Digitais. E estamos sempre buscando resultados reais para nossos clientes. Para que assim como a Hospedaria Refúgio das Galés, todos possam se tornar um case de sucesso no setor hoteleiro. Entre em contato agora conosco e obtenha os melhores resultados para sua empresa usando de forma correta e efetiva o marketing digital. 

Para saber mais detalhes, leia aqui o case de sucesso completo escrito pela Resultados Digitais sobre os resultados obtidos pela Hospedaria Refúgio das Galés durante a pandemia. 

Buyer Persona ou público-alvo: qual o melhor para sua empresa?

Buyer Persona ou público-alvo: qual o melhor para sua empresa?

Definir qual é a buyer persona ou público-alvo de uma empresa é um grande dilema do marketing digital. Conhecer seu cliente ideal é o caminho para direcionar o conteúdo que ele precisa para se convencer de que comprar seus produtos ou serviços é a melhor escolha que ele pode fazer. 

Já o seu público-alvo é a base de todas as suas campanhas, e em quem você se inspira para a coletar as primeiras informações e dados na hora de criar as personas de sua empresa. 

Pensando nisso, criamos esse conteúdo para você que ainda tem dúvidas em relação as personas e público-alvo de sua empresa. Para conhecer esses dois termos e implementá-los no seu negócio, já que isso sem dúvidas irá fazer toda a diferença em suas campanhas.   

Público-Alvo para início de campanha

Público-alvo: o início de suas campanhas 

O público-alvo é o primeiro passo a ser dado para planejar uma campanha de marketing. Ele nada mais é do que um amplo grupo definido pela empresa como sendo futuros consumidores do produto ou serviço oferecidos.  

Para definir qual o seu público-alvo, é necessário ter informações básicas de seus clientes, como:  

  • Idade; 
  • Sexo; 
  • Formação; 
  • Profissão. 
  • Região 

Um bom momento para utilizar seu público-alvo é na criação de um novo produto ou serviço, já que essa ferramenta é usada em fases mais iniciais, por exigir menos pesquisas. Outro bom momento para usar o público-alvo é na definição de quais canais que as campanhas serão divulgadas. 

Um exemplo simples sobre o público-alvo de uma empresa: Homens, de 18 a 25, solteiros, com renda de até R$ 5 mil, que moram na região sul. 

Buyer Persona para mais informações

Buyer persona e o sucesso das ações de marketing 

Diferente do público-alvo, a buyer persona contém mais informações sobre seu público. Isso quer dizer que ao definir sua persona, você trabalhará com um grupo mais específico e segmentado de clientes. Isso que permitirá entender melhor as dores e necessidades deles, para que você, com seu produto ou serviço, consiga atender às expectativas.  

Sua buyer persona deve ser exemplificada como uma única pessoa, por isso que quando falamos das personas, dizemos que são perfis semi fictícios dos clientes ideais para a empresa. Além dos dados necessários para a definição do público-alvo, para criar uma persona é necessário informações mais específicas, como: 

  • Estilo de vida;  
  • Hábitos de compra; 
  • Critérios de decisão na hora da compra; 
  • Desafios;  
  • Frustrações. 
  • Desejos  

Ao longo de suas ações de marketing e vendas, você pode lidar e trabalhar com diversas personas. O ideal é sempre que criar um novo perfil de buyer persona, analisar se esse perfil está representando uma quantia considerável de clientes que você quer atingir com suas campanhas. 

Para exemplificar uma persona podemos utilizar: Beatriz Pinheiro, tem 16 anos, estudante de ensino médio, pretende se formar em química. Gosta de ler sobre tecnologia, seus principais critérios para concluir uma compra é a indicação de amigos e avaliações online. Quer comprar um celular novo, porém, sua principal frustração é o valor dos lançamentos de celulares que ultrapassam seu orçamento disponível.  

Persona e público-alvo: Quais as diferenças? 

A principal diferença entre esses dois termos é a amplitude com as informações que cada um trabalha. O público-alvo apresenta informações menos específicas de um grupo mais amplo de clientes, já a buyer persona é definida a partir de um aglomerado de informações específicas, que geram os perfis dos clientes ideais para sua empresa. 

Outro diferencial entre esses conceitos é o uso de cada um. A buyer persona é utilizada para a maioria das campanhas de produtos e serviços onde já se tem conhecimento e informações dos clientes. Por outro lado, o público-alvo é mais utilizado para novas empresas que ainda estão estudando o mercado em que estão inseridas. 

Uma pequena diferença, mas que também pode influenciar em suas campanhas e estratégias é o número de personas que você pode criar com suas informações. Geralmente, o público-alvo é único, enquanto suas personas podem ser definidas de acordo com os dados que você tem à disposição. 

Vantagens de definir sua buyer persona 

Entre as diversas vantagens de definir sua persona, os diferentes tipos de abordagem que você pode utilizar para alcançar seus clientes e os diferentes conteúdos que podem ser trabalhados são algumas delas. Com isso irá surgir esclarecimentos sobre os canais e formatos que devem ser utilizados.

Ao conhecer sua persona, outra grande vantagem é saber qual linguagem usar para cada uma. Já que assim fica mais fácil de ser entendida, e com isso, ajuda o engajamento e conversão de clientes. 

A periodicidade dos e-mails e outros conteúdos e o melhor momento para ofertar seus produtos e serviços, também pode ser influenciada dependendo da persona. A dica aqui fica por conta dos testes: teste os melhores horários e dias da semana para disparar e-mails, conteúdos e ofertas, isso facilitará ainda mais o seu entendimento sobre seu público. 

Quer saber mais sobre como aumentar suas vendas usando o WhatsApp? leia nosso post: 10 dicas de como vender mais pelo WhatsApp.

Hora de definir a buyer persona ideal para sua empresa 

O principal método para a criação de uma persona é através do recolhimento de dados e informações de clientes que já compraram com você. Essa etapa pode ser realizada de diversas maneiras, ou através de sua equipe de vendas ou com questionários específicos para seu cliente.  

Depois do recolhimento de dados, você separa as informações relevantes e estrutura de maneira em que você estará criando um personagem com base nos dados que você obteve. Outro passo bem importante da criação de uma buyer persona é compartilhar esse perfil com sua equipe, para que todos estejam cientes dos clientes com quem estão trabalhando. 

É importante ter em mente que uma persona não pode ser criada do nada. É necessário toda uma base de informações para a criação do seu cliente ideal, por isso, fundamente bem sua persona com os dados de seus compradores como também do mercado em que você está situado. 

Agora que você já sabe quais as diferenças entre a buyer persona e o público-alvo e aprendeu qual a importância para sua empresa de definir cada um desses recursos tão importantes. Leia nosso outro post sobre: Quanto investir em marketing digital? Tenho certeza que esse conteúdo será muito útil para você.